Durante os primeiros anos do negócio, os empresários costumam executar muitas tarefas ao mesmo tempo . Alguns são estratégicos, outros planejam um modelo de negócio, a escolha dos fornecedores, as vendas mais importantes com impacto direto nos resultados da empresa. Outros, embora também importantes, poderiam ser delegados, como a faturação, cobrança, controlo de mercadorias entre outros.

Quando a empresa começa a crescer, as execuções diárias começam a acumular, e aí a solução é contratar um serviço externo que lhe possa tratar de situações como emitir uma fatura. Mas a realidade é que o orçamento nem sempre atinge ou, às vezes, o empresário prefere investir o dinheiro num serviço adaptado as suas necessidades de momento mas com uma perspectiva de crescimento. A alternativa? Contrate um serviço de um administrativo virtual.

Existe um destaque nos últimos anos em relação ao trabalho remoto, tudo devido a uma maior conectividade com a Internet e surgimento das plataformas na cloud, que permite a partilha de ficheiros e que multi utilizadores trabalhem remotamente no mesmo documento.

Ser assistente virtual também é uma profissão relativamente nova, que pode significar uma oportunidade no mercado de trabalho como freelancer ou até formar uma equipa e começar o seu próprio negócio. Quais as funções que poderá contratar tendo um serviço especializado aqui ficam algumas:

Tarefas administrativas

Incluir as funções básicas de um assistente, como as chamadas e solicitações, a agenda para confirmação de compromissos e reuniões, reservas de viagens, pedidos e emissão de faturas, entre outros e tudo o que pode ser feito através do telefone, telefone ou computador.